É possível fazer com que a leitura seja uma prática do dia a dia?

É possível fazer com que a leitura seja uma prática do dia a dia?

Desenvolver o hábito da leitura é necessário não apenas para que as crianças aprendam a decifrar os códigos linguísticos, mas também para que se tornem adultos questionadores e críticos. O estímulo ao contato diário com livros deve ser feito desde a primeira infância e reforçado ao longo de toda a vida. Porém, a ideia da obrigatoriedade deixa a atividade tediosa, o que faz com que ocorra rapidamente a perda de interesse pelas histórias. Mas será que há um jeito de tornar a atividade prazerosa a ponto de se tornar uma prática diária? Saiba como:

A Importância da motivação para a leitura diária

Mesmo folhear rapidamente uma revista em quadrinhos, um livro ou um jornal exige de quem executa o ato certa motivação. Seja em busca de conhecimentos, por pura curiosidade ou simplesmente como entretenimento enquanto o tempo passa, ninguém pega um exemplar textual sem algum interesse real. E o que está por trás desta ação precisa ser investigado para que o estímulo que fez com que o ato fosse realizado possa ser replicado novamente.

Perceba, por exemplo, o caso das crianças. O incentivo à leitura, se feito apenas verbalmente, surtirá poucos efeitos. Agora, se elas virem seus pais e responsáveis com um livro nas mãos, e se estes as acompanharem nas tarefas iniciais de leitura, motivando-as a superar suas deficiências e desafiando-as a aprimorar seus conhecimentos com livros um pouco mais avançados, com certeza elas se sentirão instigadas a tomar em mãos algum exemplar.

Outra forma de motivar as crianças é por meio da contação de histórias. Sejam inventadas ou reais, fábulas, contos, crônicas e poesias permitem o estímulo à ludicidade e à fantasia. Visitas a bibliotecas e livrarias também são importantes para o incentivo à leitura.

Apoio das tecnologias ao incentivo à leitura

Uma das grandes dificuldades enfrentadas diariamente por pais e responsáveis é a de tirar as crianças da frente dos computadores e tablets. Como esta geração já nasceu com acesso fácil aos equipamentos eletrônicos, grande parte de seus momentos de diversão se restringem a esse uso. A questão é que, com tanto tempo despendido em frente às telinhas, poucas são as horas disponíveis para exercer o hábito da leitura – e esta afirmativa é válida também para os adultos, não apenas para as crianças!

Mas então, o que fazer para que os pequenos se envolvam com os livros? É preciso deixar as tecnologias de lado para que eles possam desenvolver a prática diária da leitura? E se fosse possível utilizar estas ferramentas inovadoras para incentivá-la? Será que os pequenos ficariam mais interessados?

A motivação mencionada acima, que é tão importante para a rotina literária, pode ser desenvolvida a partir de mecanismos que já são do conhecimento e do gosto das crianças. Plataformas educativas online cumprem com êxito esta função, pois elas fazem com que o momento da leitura seja divertido e atrativo. E o que é melhor, possibilita que o exercício seja feito em qualquer local onde a criança esteja, sem que para isso os pais tenham que carregar vários exemplares! Não é demais?!

O desenvolvimento do hábito de ler pode começar com 15 minutos diários. Não é necessário que a criança fique um longo período, inicialmente, realizando a atividade. Com a regularidade da leitura e o direcionamento de temáticas que são do interesse pessoal de cada um dos pequenos, você perceberá rapidamente que eles, por vontade própria, irão desejar passar mais tempo na companhia dos livros.

Sem Comentários

Deixe um Comentário!

O seu e-mail não vai ser publicado!

Fale Conosco

+55 51 3407-8090
suporte@elefanteletrado.com.br