Como a Rede Farias Brito manteve os alunos interessados nas leituras em tempos de isolamento social

A Organização Educacional Farias Brito está presente em mais de 200 escolas no Brasil e  conta com cinco sedes próprias no Estado do Ceará, onde foi fundada a Rede.

Integradas à Plataforma de Leitura Elefante Letrado desde 2019, as cinco escolas Farias Brito já haviam planejado, antes mesmo da pandemia, a inclusão de ambientes digitais às práticas de leitura de seus estudantes.  É o que revela a supervisora pedagógica Juzefina Menezes:

“Neste momento de aulas remotas, utilizamos especialmente a Plataforma Elefante Letrado, porque muitas crianças não possuíam os mesmos livros em casa. Contudo, nas nossas rodas de conversa, muitas indicações de livros físicos foram trazidas pelas crianças, de modo que a cultura da leitura de livros físicos também foi incentivada e valorizada”, sublinha.

Para Juzefina, um dos maiores desafios encontrados nesses tempos de isolamento social foi conseguir deixar os alunos interessados e focados na realização da leitura em um ambiente onde eles têm acesso a diferentes estímulos.

“Os professores, portanto, foram estimulados a criar atividades interativas, que provocassem a curiosidade e trouxessem significado às leituras realizadas pelas crianças”, destaca. Segundo a supervisora, era preciso “relacionar as leituras com a realidade e, ao mesmo tempo, ampliar o repertório cultural e artístico das crianças”. 

Farias Brito

Na foto, o aluno do 4º ano, Gabriel de Abreu Maia, lê o livro Bamboletras, no Elefante Letrado.

O Colégio procura associar criatividade e disciplina; afinal, é o hábito da leitura que traz conhecimento de mundo e maiores possibilidades de desenvolver a imaginação – aspectos fundamentais do pensamento e do fazer criativos.

“No mínimo duas vezes por semana, a plataforma Elefante Letrado é indicada em atividades interativas, sejam elas em classe, nas aulas síncronas, durante as aulas assíncronas  ou ainda para as leituras em família (tarefa de casa)”, enfatiza a supervisora.

Ela também  conta que a plataforma de leitura foi analisada para que a equipe pedagógica pudesse escolher os melhores títulos para cada faixa etária, bem como a temática para cada momento de aula.

Integrando com desenvoltura diferentes tecnologias educacionais, as escolas da rede Farias Brito vêm propondo, durante as aulas remotas,  atividades no Jamboard e no Google Desenhos. “Os estudantes também podem expressar com palavras ou ilustrações trechos de trava-línguas, poemas, narrativas – ou até mesmo fazer uso de formas geométricas para ilustrar um livro que tenha inspirado o grupo”, relata Juzefina.

Rede Farias Brito

O livro Bichológico, de Paula Taitelbaum, está disponível no nível L da Plataforma Elefante Letrado.

Ao lhe perguntar sobre livros que tenham impactado a produção das crianças, a supervisora não hesita em destacar duas obras do acervo do Elefante Letrado: “Apreciamos os livros Bichológico e Brincar com as Palavras, que possuem ilustrações belíssimas que utilizam formas geométricas. Os alunos amaram explorar as possibilidades de formas e cores disponíveis no aplicativo Google Desenhos”.

Experimente grátis na sua escola!
Cadastre-se a sua instituição em nosso formulário através deste link para saber mais sobre como ter acesso ao Elefante Letrado.

 

Sem Comentários

Deixe um Comentário!

O seu e-mail não vai ser publicado!

Fale Conosco

+55 51 3407-8090
suporte@elefanteletrado.com.br