Pelo respeito à diversidade

Não podemos nos calar diante do preconceito racial que teima em fazer parte de nossas vidas! Mobilizar as crianças à reflexão sobre esse grave problema é, sem dúvida, uma das mais importantes tarefas da escola. Talvez nossas crianças ainda sejam pequenas para refletir sobre a intolerância e o desprezo à vida, que fartamente vemos noticiados nestes últimos dias, no Brasil e no mundo. De todo o modo, elas podem ler e admirar histórias de pessoas, sejam elas amarelas, brancas, negras, pardas ou de qualquer outra cor. O fundamental é aprender a admirar o fato de sermos todos humanos.

Elefante Letrado tem em seu acervo um livro lindo que fala sobre a beleza de ser uma criança negra: O mundo no black power de Tayótexto de Kiusam de Oliveira e ilustrações de Taísa Borges (Editora Peirópolis),  que fala “de uma menina de beleza rara, [    ] com olhos negros como as mais escuras e belas noites…”

diversidade

Encontre na Letra K da plataforma  essa preciosidade da literatura infantil e convide seus estudantes a mergulhar na bela história da menina Tayó.

E para ampliar essa experiência, que tal investir numa dinâmica de literatura comparada, trazendo aos seus alunos o clássico Menina bonita do laço de fitade Ana Maria Machado, agora disponível em versão animada.

Sobre a diversidade, uma característica da vida humana, e ampliando o debate sobre o respeito à diferença, você também encontra no Elefante Letrado:

  • Esquisita como eu, de Martha Medeiros, ilustrações: Laura Castilhos – Editora Projeto (Letra J)
  • Ímpar, de Marcelo Carneiro da Cunha, ilustrações: Guazzelli – Editora Projeto (Letra Z)
  • Rosa Parks, de Joy E. Dickerson – Highlights (biblioteca em inglês, Letra O)

 

Ação COVID-19

Neste momento de pandemia, o Elefante Letrado está disponibilizando, ao maior número possível de escolas, 30 dias de acesso gratuito à plataforma. Para saber mais, cadastre-se em nosso formulário através deste link.

 

Comentários (2)

  1. Luciana Rodrigues
    junho 4, 2020 at 9:35 am Responder

    Agradeço pelas dicas. Antes de passar a leitura a meu Filho, quero ter certeza de que não tenha nenhuma doutrinação nos livros indicados de viés político ou ideológico.

    • Elefante Letrado
      junho 4, 2020 at 4:39 pm Responder

      Olá, Luciana! Tudo bem?

      A nossa plataforma não foi desenvolvida para fazer doutrinação político-ideológica. Somos um instrumento para trabalhar leitura e compreensão leitora. Cabe aos pais e/ou aos educadores darem sentido aos recursos disponibilizados.

      Aproveitamos para enviarmos aqui as sinopses dos livros citados acima:

      O mundo do black power de Tayó
      Tayó é uma menina negra que tem orgulho do cabelo crespo com penteado black power, enfeitando-o das mais diversas formas. A autora apresenta uma personagem cheia de autoestima, capaz de enfrentar as agressões dos colegas de classe, que dizem que seu cabelo é “ruim”. Mas como pode ser ruim um cabelo “fofo, lindo e cheiroso”? “Vocês estão com dor de cotovelo porque não podem carregar o mundo nos cabelos”, responde a garota para os colegas. Com essa narrativa, a autora transforma o enorme cabelo crespo de Tayó numa metáfora para a riqueza cultural de um povo e para a riqueza da imaginação de uma menina sadia.

      Esquisita como eu
      Esta história fala das esquisitices de cada um, pela voz de uma menina que se pergunta por que todos acham que ela é diferente. A narrativa em versos, divertida e com muito ritmo, relata o cotidiano das crianças e as faz pensar sobre o comportamento das pessoas.

      Ímpar
      Um menino perde um braço num acidente de carro e passa a conviver com pessoas portadoras de necessidades especiais. Eles formam a “galera ímpar”. De forma encantadora, o autor narra cenas de um cotidiano adolescente, fazendo o leitor pensar sobre o respeito pela diferença.

      Rosa Parks
      Biografia de uma ativista negra norte-americana, símbolo do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos. Ficou famosa, em 1º de dezembro de 1955, por ter-se recusado frontalmente a ceder o seu lugar no ônibus a um branco, tornando-se o estopim do movimento que foi denominado boicote aos ônibus de Montgomery e posteriormente viria a marcar o início da luta antissegregacionista.

      Menina bonita do laço de fita
      Um clássico de Ana Maria Machado que trata a beleza negra, com muita delicadeza, com simplicidade, usando uma linguagem suave que encanta as crianças e as ajuda a refletir sobre as questões raciais, afetivas, familiares. A personagem principal é uma linda menina negra, que desperta a admiração de um coelho branco e seu desejo de ter uma filha tão pretinha quanto ela. Cada vez que ele lhe pergunta qual o segredo de sua cor, ela inventa uma história. O coelho segue todos os ´conselhos´ da menina, mas continua branco. Apresenta características de fábula: tempo indeterminado, repetição, predominância de personagens que desempenham funções no grupo, além da convivência natural do real com o fantástico.

      Um abraço,

      Equipe Elefante Letrado

Deixe um Comentário!

O seu e-mail não vai ser publicado!

Fale Conosco

+55 51 3407-8090
suporte@elefanteletrado.com.br